sábado, janeiro 23

Resenha - O Diário de Samantha - Ana Monteiro

Você tem preconceito com historia de vampiros? Então pule a resenha.
Você gosta de historias de vampiro? Então leia com carinho.

O livro começa com o fim de Samantha, uma vampira se expondo ao sol e se tornando cinzas, mas o que será que a levou a fazer isso? Como ela virou vampira? Isso a gente descobre ao decorrer das páginas através do diário de Samantha, que ela deixa pro seu amado Victor Hugo.


Samantha é uma garota estudiosa e que ama sua família, um triste dia ela perde sua avó mas ela a encontra em um sonho falando que ela vai precisar ser forte e que ela vai superar tudo. Com os seus amigos ela acaba por formar uma banda, o Nightwalkers (que trazem muito rock'n roll pro livro), mesmo sua mãe não concordando muito com isso. Um dia fatídico, Samantha perde o resto da sua família e só pensa em como destruir sua vida, e nesse dia ela encontra Nicholas, um vampiro que é apaixonado por ela e que a abraça (transforma em vampira)... 

Anos depois, na segunda parte (contada simultaneamente), Nicholas não está mais com ela, agora era está com um humano chamado Victor Hugo, que não sabe da sua verdadeira identidade, e agora ela sente que está sendo perseguida e teme que firam Victor para atingi-lá. E ela decidida a proteger o seu amor mortal, decide colocar no papel sua historia. Mas continua vivendo, fazendo shows com a banda e temendo por seu amigos.

Acho que já contei demais, agora pros e contras.

O livro é legal, recheado de letras belas e muita poesia, com a melodia seria perfeito. Nicholas é apaixonante, um fofo (mas não consegui imaginar ele com 40 anos - mesmo sendo centenário).
Mas vou dizer que têm algumas atitudes de Sam que são estranhas, ela não parece achar muito estranha virar vampira nem algumas outras coisas, ela age como se tudo fosse normal, mas enfim a autora teve seus motivos.. Outro contra é que o livro acaba sendo repetitivo e as vezes entediante por causa de tantos pensamentos e conversas iguais as outras.
Ele também não trás aquela sensação de mergulhar na historia graças ao número de explicações que dão uma quebra de pensamentos, e acaba com o momento leitor e livro.
Trás algumas coisas legais de vampiros, como evitar o sol, lacaios e beber sangue, mas pra fã de vampiros é difícil desvirtuar algumas ideias já presas ao nome, como a estaca e tal.
As vezes ela se perde no que quer passar tipo na sinopse diz erotismo, romance e rock'n roll, eu achei tudo meio médio.

Então nota : 2.75 (de 5) -

Nenhum comentário: